Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mais sobre mim

foto do autor


PORQUE É QUE NÃO DEVE COMER GELATINA – SEJA ELA LIGHT OU NÃO

1434466720629Este artigo refere-se a gelatinas  industrializadas com sabores, que podemos encontrar em qualquer supermercado, e em especial aos produtos light/0%gorduras/0% açúcar que entra na dieta de muitas de nós por acreditarmos estar a fazer a escolha mais saudável.

A gelatina pré-preparada (produto em pó) ainda é recomendada por muitos profissionais de saúde (daí a encontrarmos frequentemente em vários planos alimentares, cantinas escolares, hospitais, etc.), talvez pela sua praticidade (de compra e consumo), preço baixo e baixo valor calórico. No entanto, basta lermos o rótulo na embalagem  para vermos que esta não é a escolha mais saudável, nem para adultos e muito menos para crianças. Ao analisarmos rapidamente uma marca de gelatina “normal”, vemos de imediato que esta é composta na maioria por açúcares (88%) – ler valor da tabela de Declaração Nutricional “Hidratos de Carbono dos quais açúcares” :

Gelatina "normal"

Gelatina “normal”

 

Ou seja:

1434466720629Depois desta constatação, penso que todos nós já descartámos a ideia de que o produto possa ser saudável.

Vejamos agora o rótulo de uma das marcas mais procurada quando o objectivo é a perda de peso (clique na imagem para aumentar):

20150616_153302

Amostra 1 – Gelatina “Sem açúcares”

Amostra 1. “Sem açúcares”

  1. Maltitol – é um tipo de açúcar, que tal como o açúcar “de mesa” eleva os níveis de glicose no sangue (ligeiramente menos do que o açúcar). Este é o componente mais abundante no preparado – para um produto denominado de “sem açúcares” começamos bem;
  2. Aspartame – adoçante artificial, contraindicado para pessoas com Fenilcetonúria;
  3. Acessulfame K – adoçante artificial, contraindicado para pessoas com problemas renais;

– como indicado no rótulo o excesso de edulcorantes pode causar efeitos laxativos e outros problemas gastrointestinais;

4. Gelatina(15.7%) – o ingrediente que dá o nome ao produto… Mas afinal a “Gelatina” só tem 16% de gelatina (um dia mais tarde irei escrever um artigo a explicar de onde vêm esta gelatina);

5. Ácido fumárico – regulador de acidez;

6. Citrato de sódio –  regulador de acidez;

7. Aromas – aromas artificiais criados em laboratório;

8. Vitamina C  – será esta a razão “saudável” pela qual ainda comemos gelatina?

9. E100 – corante;

10. E120 – corante animal extraído de um insecto chamado cochonilha

CochonilhaPode conter trigo, ovos e leite. Ou seja, pode conter glúten.

Contém uma fonte de fenilalanina. 

Portanto aqui está então a fórmula da nossa “deliciosa” gelatina:

1434466677216

 

Como exemplo deixo mais dois rótulos de produtos semelhantes onde podemos, mais uma vez, comprovar o vazio nutricional que é este produto.

C.

Amostra 3.

Amostra 2. “0% Açúcar” 

Ingredientes (do mais abundante para o menos presente no produto):

  1. Gelatina
  2. Maltodextrina
  3. Ácido Fumárico
  4. Ácido cítrico
  5. Citrato de sódio
  6. Aroma
  7. Fibra
  8. Antioxidante (vitamina C)
  9. E951
  10. E950
  11. Corantes Naturais (E163 e E132)

Contêm edulcorantes. Contêm fonte de fenilalanina. Pode contêm vestígios de cereais com glúten.

20150616_153350

Amostra 3.

  1. E965
  2. E951
  3. Gelatina (16%)
  4. E297
  5. E331
  6. Aroma
  7. Sal
  8. Vitamina C
  9. E100

No entanto, não vai ser uma taça de gelatina por ano que irá mata-lo. Basta ter bom senso: se gosta mesmo deste produto, restrinja o seu consumo a ocasiões especiais, mas mantenha-o longe da sua despensa – olhos que não vêm, coração que não sente…

Como alternativa, podemos usar agar-agar (vegetal) ou até gelatina neutra sem aditivos, mas recomendo os pudins de sementes de chia caseiros pois são bem mais interessantes a nível nutricional. Basta misturar o líquido (leite vegetal, chá, etc.) À sua escolha com as sementes de chia, misturar e esperar. Pode adicionar frutas ou canela, baunilha, etc.

Aqui fica uma foto para abrir o apetite enquanto esperam pela nossa receita :) 

chia-seed-pudding-6

 

FONTE: http://www.isidiet.com/

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre mim

foto do autor