Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


 

Mudar não é fácil! O ato de comer acarreta mudanças emocionais e sociais. É extremamente complicado acabar com os vícios. Quando decidir que está na hora de mudar e libertar-se desses hábitos, terá que ser uma decisão firme e consciente. O futuro dos nossos filhos é alarmante ...para além da taxa de obesidade em Portugal estar altíssima em relação à maior parte dos países europeus, o cancro é o pior dos cenários, mas TODOS juntos podemos contrariar estas estatísticas! 

Muitas pessoas preferem nem ter consciência dos perigos da sua alimentação e da dos seus filhos, porque acham que isso pode interferir com o seu prazer de comer. Enganam-se! Uma alimentação correta traz ainda mais prazer. Desde que decidi, deixar de comer carne e comer MUITOS legumes, leguminosas e fruta, sinto-me muito melhor! Nunca mais adoeci ... e as minhas meninas raramente ficaram doentes! Vivemos felizes e longe dos hospitais, Graças a Deus e graças ao nosso esforço de pais! Aconselho vivamente e garanto que mudam para melhor! Vai valer apena!!!

Só para terem noção...da farmácia, tomaram uma única vez o Ben-u-ron, porque à primeira medição, já estavam com 40º de febre, de resto nunca tomaram nada. Nunca tiveram amígdalites, otites, gastroentrites, etc. Quando se constipam (raro) dura apenas 2 ou 3 dias. Há que perceber que, por uma criança ter um vírus (gripe, por exemplo) não significa que todos apanhem...as crianças que tiverem o sistema imunitário mais enfraquecido correm mais riscos de contaminação. Não significa, que as crianças imunitariamente mais fortes, também não adoeçam, recuperam é muito mais rapidamente.

 

Aqui fica umas dicas para vos ajudar a mudar, já hoje:

 

É preciso perceber que a alimentação que fazemos hoje, está a causar uma redução violenta no nosso sistema imunitário e dos nossos pequenotes. Estando o organismo, escasso de defesas, facilmente será a entrada de vírus e bactérias (constipações, gripes, diarreias, amigdalites, gastroentrites, vários tipos de infeções) e depois, lá estão eles doentinhos!!

 

 

2 º É de pequenino que aprendemos a selecionar alimentos. Se ensinamos os nossos filhos a andar, a falar, regras de boa educação, temos que os ensinar a comer bem, mas para isso, não podemos só dizer, temos que fazê-lo também. Não adianta, dizer à criança para comer a sopa, se você também não come. As crianças são super observadoras e reparam no seu prato mesmo que não comentem. Eles querem comer, o que você come!

 

 

O consumo de alimentos transformados/processados, com aditivos, excesso de açúcares e gorduras, comprometem a saúde de todos. Se não os comprar para encher a sua despensa, o seu filho não terá maus alimentos para ´petiscar' e você não terá a tentação de lhos oferecer. 

 

Tomar medicamentos não é a Solução - Se não procedermos a alterações significativas na nossa alimentação e optar-mos por consumir alimentos que prejudicam a saúde, não são os constantes medicamentos receitados pelos médicos, que vão fazer com que a saúde melhor ou que a vida se prolongue. O corpo vai-se habituando a eles, passado algum tempo, já não fazem efeito e a sua saúde está comprometida. Temos que eliminar as causas...É  urgente parar com o consumo de alimentos que nos causam doenças.

 

Nunca é tarde para começar, mas quanto mais cedo melhor! ;)

 

Bem hajam

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor